Proteção Básica (CRAS)

Proteção Social

É a garantia de inclusão a todos os cidadãos que se encontram em situação de vulnerabilidade e/ou em situação de risco, inserindo-os na rede de Proteção Social local. A Proteção Social é hierarquizada em Básica e Especial. Sendo a Proteção Especial ofertada dentro da Secretaria Municipal de Assistência Social/Órgão Gestor.

Proteção Social Básica

Tem como objetivo prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Destina-se à população que vive em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação (ausência de renda, precário ou nulo acesso aos serviços públicos, dentre outros) e/ou fragilização de vínculos afetivos - relacionais e de pertencimento social (discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, dentre outras).

A Proteção Social Básica tem como porta de entrada do Sistema Único da Assistência Social os Centros de Referência de Assistência Social - CRAS.

 

O que é o CRAS

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é a porta de entrada da assistência social. Trata-se de uma unidade pública municipal, integrante do SUAS, localizado em áreas com maiores índices de vulnerabilidade e risco social, destinado à prestação de serviços socioassistenciais de proteção social básica às famílias e indivíduos, e à articulação destes serviços no seu território de abrangência, e uma atuação intersetorial na perspectiva de potencializar a proteção social.

Ações realizadas no CRAS: acolhida, atendimento e acompanhamento particularizado ou coletivizado, oficinas, palestras, encaminhamento para inclusão em programas de transferência de renda e benefícios eventuais, desterritorialização da oferta de atenção, articulação com a rede de serviços territoriais, produção de informações sobre oferta e acesso as políticas públicas que incidem para a fragilização das famílias e indivíduos

 

Serviços ofertados no CRAS:

Serviço de Proteção e Atenção Integral à Família - PAIF

Ofertado necessariamente no CRAS, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura de seus vínculos e a violência no âmbito de suas relações, garantindo o direito à convivência familiar e comunitária.

  • PAIF 

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

De caráter preventivo e proativo, realizado em grupos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com seu ciclo de vida. Destina-se a crianças, adolescentes, idosos em situação de vulnerabilidade.

  • SCFV para crianças de até 6 anos e sua família:

- 0 a 3 anos 

- 3 a 6 anos 

  • SCFV para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos:

- 6 a 9 anos 

- 10 a 12 anos 

- 12 a 14 anos 

  • SCFV para adolescentes e jovens de15 a 17 anos:  

- 15 a 17 anos 

  • SCFV para pessoas idosas:

- IDOSOS 

- IDOSOS 

  • SCFV para beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC idoso):

- BPC Idoso 

  • SCFV para beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC Pessoa Com Deficiência):

- BPC PCD 

Serviço de Proteção Social Básica no Domicílio para Pessoas com Deficiência e Idosas

Tem a finalidade de prevenir os agravos que possam provocar o rompimento de vínculos familiares e sociais dos usuários. Visa a garantia de direitos, o desenvolvimento de mecanismos para a inclusão, a equiparação de oportunidades e a participação e o desenvolvimento das pessoas com deficiência e pessoas idosas, a partir de suas necessidades e potencialidades individuais e sociais.

  • SPSBD para PCD e IDOSOS – 02 grupos

 

Endereço: Rua Alagoas nº 327 – centro

Telefone: (17) 3486-1373

E-mail: [email protected]

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e 13hs às 17hs.